segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Números finais do CRAC na Série D 2012

(foto: Fábio Assunção)

Diferentemente da eliminação precoce do CRAC no Campeonato Brasileiro Série D 2009, ainda na 1ª fase, em 2012 o time de Catalão levou o vice-campeonato da competição. O Leão do Sul terminou o torneio invicto em Catalão, no Estádio Genervino da Fonseca, mas a força da equipe em casa não foi suficiente para trazer o inédito título nacional. Ao fim, o CRAC somou os seguintes números: 26 pontos conquistados em 16 jogos, com 7 vitórias, 5 empates e 4 derrotas. O ataque do Leão do Sul marcou 24 gols, consolidando o 2º melhor ataque do certame (atrás somente do ataque do Sampaio Corrêa/MA, campeão). Já a defesa azul e branca sofreu 18 gols, resultando um saldo positivo de 6 tentos. Dos 24 gols marcados, 13 foram anotados pelo atacante Nino Guerreiro. O atacante do Leão do Sul fez história, tornando-se o maior artiheiro da história da 4ª Divisão Nacional. Relembre a campanha que rendeu o vice-campeonato à equipe catalana:

1ª Fase:
Sobradinho/DF 0x0 CRAC
CRAC 3x0 Aparecidense/GO
Cene/MS 1x1 CRAC
CRAC 2x2 Ceilândia/DF
Ceilândia/DF 1x0 CRAC
CRAC 4x2 Cene/MS
Aparecidense/GO 1x2 CRAC
CRAC 3x2 Sobradinho/DF

2ª Fase:
Oitavas-de-final:
Nacional/MG 2x1 CRAC
CRAC 1x0 Nacional/MG

Quartas-de-final:
CRAC 2x0 Friburguense/RJ
Friburguense/RJ 3x1 CRAC

Semifinal:
Mogi Mirim/SP 1x1 CRAC
CRAC 2x0 Mogi Mirim/SP

Final:
CRAC 1x1 Sampaio Corrêa/MA
Sampaio Corrêa/MA 2x0 CRAC


domingo, 21 de outubro de 2012

Sampaio Corrêa 2x0 CRAC: Sonho catalano adiado

 (foto: globoesporte.com)

O CRAC é a equipe de futebol mais vitoriosa do interior goiano: bicampeão estadual (1967 e 2004). Na tarde deste domingo, dia 21, o Leão do Sul perseguia o sonho de fazer ainda mais história, tornando-se o primeiro time do interior goiano a sagrar-se campeão de uma competição nacional, mas não deu. Existia o time com a melhor campanha da história da Série D do Campeonato Brasileiro entre o CRAC e o título: o Sampaio Corrêa/MA. No estádio Castelão, em São Luís/MA, o tricolor maranhense derrotou o CRAC por 2 a 0, com um gol em cada tempo, diante 40.243 torcedores e sagrou-se Campeão Brasileiro da Série D 2012, invicto. O tubarão pressionou o Leão do Sul desde os instantes inciais. A retranca catalana defendia-se bem, mas não resistiu quando o Sampaio encontrou o grande ponto fraco do CRAC, aos 17': bola chuveirada na área. Cleitinho cobrou falta e colocou a bola na cabeça de Eloir, que mandou para os fundos da meta catalana: 1 a 0. A resposta do Leão foi imediata com o Nino Guerreiro, mas sucesso. O Sampaio instaurou o domínio sobre a partida enquanto o CRAC buscava sua chance de ouro no contra-ataque. O goleiro Dudu brilhou para segurar o placar e a pressão do Bolivão. No retorno do intervalo, Sayão entrou no lugar de Guerra. O Sampaio acertou a trave do goleiro Dudu que defendeu providencialmente o rebote. O Sampaio teve outra grande chance com Pimentinha que desperdiçou o contra-golpe maranhense. Pimentinha, porém, não desperdiçou novamente e matou o jogo aos 31' do 2T, em novo contra-ataque. As chances do CRAC eram cortadas por Robinho e quando avançavam, o goleiro Rodrigo Ramos se erguia. Final de partida 2 a 0 para o Sampaio, com a campanha de 11 vitórias e 5 empates. Ao CRAC fica a campanha inédita que rendeu um vice-campeonato nacional e o calendário cheio em 2013: Campeonato Goiano, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série C. Ao CRAC, que terminou invicto em casa, fica também o artilheiro não só da edição 2012 da Série D, mas de toda a história da 4ª divisão nacional: Nino Guerreiro.


(foto: Bruno Alves)

(foto: Bruno Alves)

(foto: globoesporte.com)

(foto: Bruno Alves)


Reportagem por Fábio Assunção.

domingo, 14 de outubro de 2012

CRAC 1x1 Sampaio Corrêa: Leão deixa vantagem escapar

(foto: Fábio Assunção - Início do 2º tempo)

(video: youbute)

Jogando sob forte chuva, o CRAC empatou em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa/MA no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão, na tarde deste domingo, dia 14, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Brasileiro da Série D 2012 e deixou escapar a vantagem para o jogo de volta, que agora pertence ao Tubarão Maranhense. Um empate sem gols na 2ª partida dá o título ao Sampaio Corrêa. Em seu primeiro movimento, o Sampaio mostrou que não viajou até Catalão disposto a esperar o CRAC atacar e fez uma boa jogada como "cartão de visitas", assustando a torcida. Logo aos 6', Zé Neto foi mandado para o chuveiro quando cometeu pênalti em Pimentinha, destaque do Tubarão no primeiro tempo. Codó cobrou a penalidade, mas não converteu. Dudu, que substituiu Donizetti, defendeu para o delírio da encharcada torcida catalana. O Leão do Sul também mostrou por que está invicto em casa e, mesmo em desvantagem numérica, criou boas chances e equilibrou o jogo. Aos 24', Jorge Luis também foi expulso e as duas equipes ficaram com 10 homens em campo. Mesmo pressionando, "quem não faz leva", e o CRAC aceitou um contra-ataque tricolor e Cleitinho, com muita categoria, colocou a bola no ângulo do goleiro Dudu, indefensável. Parecia que a tarde seria mesmo cinzenta para o CRAC, mas aos 36', o lateral Guerra encheu o pé e o goleiro Rodrigo não conseguiu segurar, permitindo o empate. Na volta do intervalo, a chuva deu uma trégua,  mas não as equipes, que voltaram dispostas a ficar em vantagem no marcador. A etapa complementar foi bastante equilibrada, com boas chances para ambas equipes, mas Guerra perdeu a chance de ouro do CRAC. A chuva voltou a incomodar aos 40', mas nada mudou e assim terminou: um gol e uma expulsão para cada lado. O destaque foi a atuação do goleiro Dudu, que defendeu a penalidade e ainda operou defesas providências para assegurar o placar. No próximo domingo, dia 21, o CRAC vai a São Luis/MA enfrentar o ainda invicto Sampaio Corrêa no Estádio Castelão, na finalíssima da Série D, as 18h00.

(foto: Fábio Assunção - Tempo fechado em Catalão) 

  (foto: Fábio Assunção - Sob chuva, Leão do Sul entra em campo)


  (foto: Fábio Assunção - Tricolor saúda sua torcida presente)

(foto: Fábio Assunção - Torcida maranhense marca presença)

Reportagem por Fábio Assunção.

sábado, 13 de outubro de 2012

CRAC x Sampaio Corrêa: Leão disputa uma final após 8 anos



CRAC e Sampaio Corrêa/MA fazem neste domingo, dia 14, o primeiro jogo válido pela final do Campeonato Brasileiro da Série D 2012, no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão. O Leão do Sul está invicto em casa e tem o maior artilheiro da história da Série D. Entretanto, o Tubarão está invicto na competição e possui a melhor campanha da história do campeonato, promessa de jogão! Diante o Mogi Mirim/SP, a torcida catalana foi fundamental nas arquibancadas e, agora mais que nunca, precisa ser novamente! O CRAC, que já é o maior campeão do interior goiano, pode se tornar ainda mais vitorioso e fazer mais história, tornando-se a 1ª equipe do interior do estado a levantar uma taça de um campeonato nacional. Vamos colorir o Genervino de azul e branco e apoiar o Leão nesta grande batalha!


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

CRAC 2x0 Mogi Mirim: Leão do Sul chega à final da Série D

(foto: Fábio Assunção - Nino Guerreiro na comemoração do 2º gol)


video
(vídeo: Fábio Assunção - Torcida entra na festa e faz uma "ola" nas arquibancadas)

Noite histórica no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão. Em jogo válido pela 2ª partida das semifinais do Campeonato Brasileiro da Série D 2012, o CRAC, invicto em casa, bateu o Mogi Mirim/SP por 2 a 0 e garantiu a inédita vaga na grande final de uma competição nacional, diante uma festa memorável nas arquibancadas (5.415 pagantes, maior público do CRAC na competição). Logo aos 7', Nino Guerreiro recebeu lançamento milimétrico de Zé Neto, pelo setor central de ataque e, com a calma e a frieza de um artilheiro, abriu o placar,  fazendo "La Bombonera do Cerrado" explodir. Com a vantagem, o CRAC chamou o Sapo para o campo de defesa e a equipe paulista partiu pra cima, utilizando os chutes de longa distância como principal arma para tentar supreender Donizetti. Na etapa complementar, o Mogi continou investindo, mas a defesa catalana, consistente, espantou o perigo à meta do gol catalano a cada ataque do Sapo que desperdiçou duas cobranças de falta nos primeiros 8 minutos. Com o joelho contundido, Donizetti deixou o campo e deu lugar ao goleiro Dudu, que brilhou com uma grande defesa a meia altura quando acionado. Destaque na partida de ida, Rafael Sayão entrou e o CRAC ganhou novo fôlego, aumentando sua produção no meio de campo. Aos 45', a estrela do Guerreiro artilheiro brilhou novamente e, de cabeça, Nino testou para o fundo das redes, aumentando a vantagem do Leão. Foi seu 13º gol anotado no certame (fazendo do jogador o maior artilheiro da história da Série D). A partida seguiu até os 54' antes do apito final. Com o resultado, o Leão do Sul chegou à final da Série D do Campeonato Brasileiro 2012 e agora espera o vencedor do confronto entre Sampaio Corrêa/MA e Baraúnas/RN que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 10, no Estádio Castelão, em São Luis/MA.

(foto: Fábio Assunção - Entrada do Leão do Sul)

(foto: Fábio Assunção - Início da partida)

(foto: Fábio Assunção - Torcida comparece ao Genervino)

 (foto: Fábio Assunção - Sapão entra em campo)




Reportagem por Fábio Assunção.